quinta-feira, 5 de junho de 2014

BARBÁRIE



Imagem do Google

Aírton Sampaio


Preciso urgentemente escrever um poema
Que nunca nos deixe esquecer os destroçados de Algodões
E suas desprezadas vidas destruídas num dilúvio anunciado
E nada menor que as labaredas que crepitaram os pobres de Teresina
Em tempos não tão de antanho.


Preciso urgentemente escrever um poema
Para dizer a essas assassinadas criaturas
Que não, nunca deviam ter confiado em governo
E que a montanha de água que sobre eles despencou terá,
Em Deus, o Vingador.

Preciso urgentemente escrever um poema
Para pedir perdão aos dizimados do tsunami pela falta de solidariedade
E pelo silêncio, pusilânime, dos poetas do Piauí.

0 comentários: