Helena Arcoverde


Azaleia


Ela não se importa com o vento

Nem com a próxima estação

Alheia ao efêmero

Espera o contorno desbotado de si mesma

Nenhum comentário: