terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Você é o sol



Foto: Patrícia Basquiat



Não é penumbra e nem lassidão

O sol começa a desenhar

Mariposas sob os raios e borboletas

Asas e vespas no sol do começo.



Mas o sol é assim mesmo

Vertigem sobre a cabeça

Língua doida em intensa metáfora

Sol de meio dia sol na laranja partida ao meio

Chupada de mel de abelha, vinagre e açúcar.




Sol e sal a verdejar a terra

Sob o chão de folhas secas e frutas abandonadas

Murais sem pintura na parede

Baratinhas mortas entre uma porta e outra

E sol a escaldar as anáguas da moça

De cinta escarlate.



E como brinde de ceia de natal

O sol em gotículas a manejar nos olhares

O fim de tarde em explosão

A alegria que brota além do rio que se imagina

Em vendaval e fumaça difusa

O sol agora é você.



Emerson Araújo


0 comentários: