Fim de tarde em Tuntum




Eu tenho um pôr-do-sol


O meu pôr-do-sol difere de tantos

Mas não é sombra da retina, apenas

Ele brinca de fim de tarde

Nas entranhas da serra

No lago a céu aberto

O meu pôr-do-sol

Tempo, tempo, Tuntum.

Emerson Araújo

Nenhum comentário: