A alegria da humanidade, Jesus


Imagem: Google


“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco).” (Mateus, 1:23)


Concebo um novo verbo: natanear
E o oferto em bandeja de prata
A todos e a todas que esperam pelo jantar
A mesa, talvez, não seja farta de manjares
Mas terá um naco de pão e de luz a caminho
Um cálice de vinho velho
Adufes cantarolando a alegria.

Eis que o verbo natanear
Será o meu espanto
Diante da chuva bloqueada
Num fim de tarde de dezembro
Velas acesas nos umbrais das portas e janelas
No advento do sertão do homem do sertão
Que se veste, agora, de linho branco da paz.

E entre o espanto e o verbo
A candeia e o caminho
Tomo comigo e te oferto Emanuel
Numa tardezinha de sertão
Neste dezembro do sertão.


Emerson Araújo.

0 comentários: