A chuva chegou por aqui


Emerson Araújo

A chuva chegou por aqui

Levantando cheiro de terra e estrume

Sacudindo as asas das mariposas

Para desfraldar a bandeira vermelha

Das cinco pontas da estrela.

O tempo de refrigério chegou

E os camponeses do Maranhão

Já escolheram as suas melhores roupas

Para cultivarem a cidadania no domingo

Para levantarem nos acampamentos

A cruz do feixe e da foice

Em tempos memoriais.

Ah, tempo de doce caseiro e flores

No largo sertão

Aurora de esperança

De comida farta

De sonhos

E nuvens doces.

Ah, tempo de frontes levantadas

Olhar na extensão

De uma nação nova

Que reabilitou a espera do pobre

E do cantor nas noites infindas.

Mas no domingo de outubro

A festa será larga

Porque a estrela

Da espera socialista

Dará todos os tons

E como na profecia

A mulher virtuosa

Fará rendas

E zelará pelos filhos

Da pátria mãe gentil.


Nenhum comentário: