Minha posse

Foto: Autoria desconhecida
.
Emerson Araújo


Não é só a sombra da matriz
A cidade é o olhar do umbral
Não é só rascunho de praça
A cidade é o suspiro
Na janela a flor na frente
A casa sem cor
A rua seus barulhos.

A cidade a toalha
Cobre seus mistérios
Nas suas esquinas
O silêncio macabro
Numa foto pequenina
O registro a inocência
Da sétima menina.

A cidade a minha posse
Invade o rio
Quebra as barrancas
Para o milagre dos peixes
O alimento o fim de tarde
Na foto o horizonte
Na boa noite
A vida tranqüila
A vida vizinha.

Um comentário:

CESAR CRUZ disse...

Que bonito... pena não sabermos o nome do autor.

abço forte