Bíblico


Emerson Araújo

Não moverei montanhas
Porque aqui não há montanhas
Talvez uma pétala no chão
Que a recolho para servir de oferta
Em noite de coriscos e trovoadas

Não abrirei o livro
Porque nele não há a boa palavra
Talvez uma frase esparsa
Que a separo para brindar em silêncio
Teu soluço sagaz

Não formularei nenhum verso
Porque não quero lutar com ele
Talvez por medo de não encontrar mel
Que adoça este beijo que te dou
Sem retribuições sob um luar

Mas estarei nos quintais escuros
Para borbulhar teu nome entre mariposas
E encontrar na ponta da estrela
A certeza da fé como princípio
E um gole de vinho seco como matéria.


Nenhum comentário: